Bolsa Novela… Mais uma bolsa!

    Recentemente o governo brasileiro vem estudando a possibilidade de substituir a TV analógica pela TV digital em toda a população de baixa renda. O nome do projeto está sendo intitulado “Bolsa Novela”, como vocês perceberam pelo título. Um nome bem clichê, por sinal.

    O projeto encabeçará às demandas da Bolsa Família. Com isso, as conversões de linha 700 MHz seriam iniciadas e adaptadas nas famílias cadastradas no Bolsa Família, e depois poderão haver ramificações nesta distribuição.

    No lugar da TV analógica, a internet 4G seria usada na linha 700 MHz. Parece ser algo positivo. Mas programar mais uma “bolsa”, dando benefícios para entretenimento apenas não demonstra objetivismo por parte do Governo. Claro que as linhas de internet móvel e de TV digital evoluirão para melhor, porém isso não é prioridade, haja visto que nosso país apresenta diversos problemas sociais. Esse assunto também é um pouco repetitivo, mas merece atenção mesmo assim.

    Essas questões sociopolíticas apresentam uma complexabilidade existente somente no Brasil, onde descaso e ineficiência dos governantes geram baixas taxas de remuneração de mão de obra, alto índice de desemprego, miséria e desnutrição, analfabetismo, péssima educação, entre outras maleficências. Com todos esses aspectos, o governo preocupa-se em destinar TV digital à população de baixa renda para promover o desenvolvimento do 4G. Como você quer levar diversos canais de TV para pessoas que ao menos não têm energia em casa, ou que não sabem ler e compreender uma simples reportagem, ou que não têm uma privada em casa, que é o mínimo de saneamento básico? A prioridade do governo é promover entretenimento para a sua população alienada.

    Um Relatório de 2010, feito pelo Índice de Democracia, o Brasil ficou com nota 4,38 em cultura política, numa escala que vai de 0 a 10, atrás de países como Etiópia, Síria, Líbia e Turcomenistão, meus caros, Turcomenistão. Por isso os gloriosos projetos subjetivos do nosso país se afloram como nunca e nada é feito para que desafios mais importantes sejam explorados e quando superados, levariam a uma melhoria do bem estar da população, propriamente dita, fazendo com que a classe baixa adquirisse sozinha a TV digital.

    Democratizamos-nos e mesmo assim continuamos neurastênicos, mas acredito numa evolução de nossa nação, de preferência para melhor, claro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s